Contos de Terror #12 - Aço


Era quase bizarro, meu coração estava acelerado e de meus braços o suor escorria mais rápido do que chuva, e eu não sabia o por que. Um arrepio percorre minha coluna. E eu teria quase certeza que eu estava sozinho, se não fosse
pelos passos pesados começaram a aparecer atrás da minha cadeira. Eu estava sozinho em casa. isso não podia ser real. Coloco o fone de ouvido e continuo mexendo no computador. 
   Estática faz os meus fones pararem com a musica do System Of a Down. Os tiro da minha orelha com uma careta. Um zumbido muito auto fazia minha cabeça latejar. Meu coração batia cada vez mais forte e agora eu não ouvia nada.A tela do meu computador se pagada e a única luz que saia do monitor era do buraco  branco do meio da tela. Me levanto rápido assustado. Eu estava com medo, e levantar foi ainda pior. Pois o que eu achava que era uma parede atrás de mim, era na verdade uma pele fria e melada como açúcar derretido. E agora a única coisa que sentia era minha pele ser cortada por unhas tão afiadas quanto facas de aço. 


Eram seis horas da manha quando encontraram um jovem mutilado na esquina de uma igreja. Testemunhas diziam que o garoto chegou na igreja as 9 horas da noite de ontem e começou a atacar cães de ruas, comendo suas vísceras com os animais ainda vivos. Mal sabiam elas que as próprias testemunhas  também virão a sofre desse mal.




Oláááá leitores!! Como vocês estão? vocês estão bem? Que bom então! Gente o que vocês acharam desse conto? Bem, era isso, um beijo e uma boa leitura!! 

Share this:

,